O que fazer em Sete Lagoas?

O que fazer em Sete Lagoas?

A primeira coisa que pensamos ao chegar na cidade, é exatamente o que fazer em Sete Lagoas. A cidade é um grande polo industrial de Minas Gerais e um dos pontos onde mais há locais para visitação. Confira!

O que fazer em Sete Lagoas?

Com uma população de mais de 230 mil habitantes, Sete Lagoas é considerada um dos mais populosos municípios da sua microrregião. Até mesmo porque, sua área total de influência abrange 38 municípios, o que é uma quantidade bem significativa para o local.

Veja também:

Por conta disso, Sete Lagoas se tornou um município muito atrativo para visitações. Com o passar do tempo, cada dia mais a cidade recebe turistas e demais simpatizantes para passear em seus museus, grutas e parques.

Além disso, a hospitalidade do local também colabora muito para que seja um município agradável tanto de morar quanto visitar. Outras características de Sete Lagoas, fazem com que o município seja um ponto fico no roteiro de viagem de diversas pessoas.

Lagoa Paulino como prioridade de o que fazer em Sete Lagoas

O cartão-postal de Sete Lagoas é, justamente, uma lagoa. Ele é muito visitado nos finais de ano, onde possibilita uma visualização perfeita dos fogos de artifício soltados na cidade inteira. Além disso, faz parte de um ponto mais boêmio da cidade, já que possui muitas luzes, bares e demais lugares para se divertir na noite de Sete Lagoas.

Assim, também se torna o point perfeito para quem gosta de artesanato, festas temáticas e muita comida típica da região. A Lagoa Paulino realiza feiras todas quintas e sábados e está localizada exatamente no centro da cidade.

Dessa forma, a sua localização é de fácil acesso e, na cidade, também é possível conhecer:

  • Lagoa Boa Vista;
  • José Félix;
  • Lagoa Cercadinho;
  • Matadouro;
  • Catarina;
  • Lagoa Chácara.

Formando, assim, o nome de Sete Lagoas.

Museu Municipal

Mesmo que seja um local simples, o Museu Municipal de Sete Lagoas é o ambiente perfeito para todas as pessoas apaixonadas por história. No local, é possível descobrir de uma forma fácil e interessante toda a história do município.

Bem como a hospitalidade da cidade, o Museu também é conhecido em todo o Brasil por dispor de funcionários preparados e extremamente atenciosos, que explicam e mostram os mínimos detalhes do acervo.

Com isso, se torna um dos lugares favoritos dos turistas que, por sinal, vêm do Brasil inteiro somente para conhecer o singelo museu.

O que fazer em Sete Lagoas?

Lagoa Boa Vista

A Lagoa Boa Vista, como dito anteriormente, é uma das lagoas que faz parte do nome de origem da cidade. Ela está localizada na Avenida Professor Maurílio de Jesus Peixoto. Assim como a Lagoa Paulino, também oferece feiras e músicas ao vivo.

Além disso, por ser uma lagoa/parque, é um ambiente maravilhoso para pedalar, caminhar, morar, fazer cooper ou simplesmente dar uma voltinha. É um dos lugares favoritos da cidade, principalmente no final de semana.

Capela Santa Helena requisito na lista de o que fazer em Sete Lagoas

Uma igreja muito simples localizada em Sete Lagoas, mas que é o destino predileto de todas as pessoas que gostam de um passatempo religioso e, principalmente, por aquelas que apreciam uma boa vista.

Afinal, a capela está localizada exatamente no ponto mais alto de toda Sete Lagoas, o que faz com que seja escolhida uma das melhores opções sobre o que fazer em Sete Lagoas. Por conta da visão privilegiada que ela promove, é possível ver um belíssimo pôr do sol.

Inclusive, a Capela Santa Helena está em perfeito estado de conservação, sendo até hoje utilizada como palco para festas temáticas e até mesmo casamentos rústicos e pequenos. Logo, é um dos pontos mais charmosos da cidade e também um dos mais visitados.

Por conta disso, não raramente pessoas são vistas subindo até a Igreja somente para ficar horas olhando a paisagem e conversando com amigos e demais acompanhantes de viagem.

Gruta Rei Do Mato

Sem dúvidas, a Gruta Rei do Mato é um dos pontos turísticos mais intrigantes de Sete Lagoas. Essa caverna é considerada uma das belas, a nível mundial. Além disso, também é uma das maiores grutas de todo o estado de Minas Gerais.

Ademais, ao entrar na caverna, o que chama atenção são as suas pedras que passam a impressão de estar “derretendo”. Logo, ela é palco para pessoas que amam fotografar e se aventurar em lugares diferenciados.

Além disso, o seu tamanho também impressiona. Ela possui aproximadamente 998 metros de extensão. Porém, apenas uma pequena parte é de conhecimento das pessoas, cerca de 200 metros. Nessa área aberta ao público, é possível encontrar vários salões para visitas que duram cerca de 1 hora.

Museu ferroviário

Como a grande maioria dos municípios de Minas Gerais, Sete Lagoas também possui um museu destinado à época em que os trens eram os mais populares meios de transporte. Além disso, é preciso reconhecer que os mesmos tiveram grande importância no crescimento e reconhecimento da cidade.

De qualquer forma, a estação ferroviária de Sete Lagoas, acabou sendo transformada em um museu e, até hoje, preserva um enorme acervo de memórias da estação e do município em geral. Entre todos os artefatos, é possível encontrar:

  • Fotografias;
  • Uniformes;
  • Relógio Ponto;
  • Ferramentas;
  • Locomotivas reais.

Além disso, a história que o museu conta sobre a cidade também é um ponto importante para quem quer conhecer mais sobre a forma como se originou Sete Lagoas e toda a sua economia.

Serra de Santa Helena

A Serra de Santa Helena está um pouco distante do centro da cidade, já que está localizada a 7 km do centro de Sete Lagoas. Ela é formada de calcário e possui mais de mil metros de altitude, o que faz com que diversas pessoas decolem de parapente.

Além disso, também proporciona uma visão muito bonita de toda a cidade e é, inclusive, onde está localizada a Igrejinha da Serra. Na Serra de Santa Helena, também há o Parque da Cascata, onde há um espaço incrível de lazer para todos os moradores e visitantes.

Outrossim, o parque, inclusive, complementa a Serra com uma enorme variedade de espécies de fauna e flora nativa que existem no local. Possui, mais ou menos, 295 hectares e uma trilha que possui passagens estratégicas que vão de uma mata até a outra.

Logo, sobram opções sobre o que fazer em Sete Lagoas durante a visitação. A dica é preparar um roteiro para não esquecer de nenhum local da cidade.

Deixe seu comentário!