6 dicas para viajar com cachorro

Dicas para viajar com cachorro

Está querendo viajar e levar o seu cachorro junto? Então fique atento, pois existem importantes dicas para viajar com cachorro que você deve conhecer antes de pegar a estrada. Essas dicas são importantíssimas para manter a segurança tanto do cachorro, quanto do motorista. Saiba mais a seguir e prepare-se para a diversão.

Que os pets se tornaram membros da família, isso já não é mais novidade no Brasil. Acontece que algumas pessoas os tratam como se fossem humanos, e é preciso tomar cuidado com isso, pois eles não sabem agir em situações perigosas.

Por conta do aumento de pessoas que viajam com seus animais de estimação, o número de hotéis, pousadas e hostels considerados pet-friendly vem crescendo a cada dia. Pet-friendly nada mais é do que uma sigla que identifica o estabelecimento que aceita animais de estimação em seu interior.

Engana-se quem pensa que basta abrir a porta do carro, colocar o cachorro lá dentro e pronto, é só viajar. Existem alguns cuidados importantíssimos para que não aconteça nenhum acidente com o condutor do veículo e o cachorro. Os cuidados acabam sendo redobrados quando o cachorro é filhote. Nesse caso, o ideal é começar com trajetos mais curtos até que ele se acostume com o ambiente.

A seguir você vai conferir algumas importantes dicas para viajar com cachorro em total segurança.

Conheça 6 dicas para viajar com cachorro

1 – Providencie uma placa de identificação

Essa é uma das primeiras providências que você deverá tomar quando for viajar com o seu cachorro. Essas plaquinhas de identificação funcionam como se fossem um RG do cachorro. Ela deve ficar presa na coleirinha dele com informações como o nome do animal, telefone do proprietário, entre outras que couber.

Ninguém quer imaginar uma cena tão triste como essa, mas um animal de estimação que tenha uma placa de identificação como essa, vive bem mais.

2 – Vacina deve estar em dia

Uma das dicas para viajar com cachorro considerada importantíssima, diz respeito a saúde do seu animal de estimação. É fundamental que o seu cachorro esteja com as vacinas em dia. Inclusive, você não pode esquecer de levar a carteira de vacinação do seu cachorrinho nessa viagem.

O policial rodoviário terá total liberdade para solicitar a carteira de vacinação, caso você seja parado para inspeção policial. Por isso, para evitar complicações totalmente desnecessárias, leve o seu cachorro a um veterinário antes. Deixe tudo em ordem e depois faça a sua viagem como planejou.

Dicas para viajar com cachorro

3 – Consulte o Médico Veterinário antes da viagem

Antes de pegar a estrada, ou seja, lá como for viajar com o seu pet, é muito importante que você o leve no Veterinário. Esse procedimento é muito importante, pois se for identificado qualquer probleminha, você pode comprar com antecedência os remédios necessários. Você literalmente poderá montar uma minifarmácia para o seu pet antes de viajar.

Aliás, já tenha em mente a necessidade de montar uma bolsinha de primeiros socorros para o seu cachorro. Alguns cachorros vomitam quando andam de carro, ter um remédio para enjoo é uma excelente opção, caso eles passem mal.

4 – Cachorros sempre no banco de trás

Do mesmo jeito que não se pode transportar crianças no banco da frente por causa da segurança, os cachorros também não podem ser transportados.

O banco de trás é muito mais seguro para transportar o seu pet. Mas, atenção! Não basta coloca-lo no banco de trás e pronto, é só acelerar.

Existem algumas dicas para viajar com cachorro no banco de trás que devem ser seguidas para aumentar a segurança do seu animalzinho de estimação.

O seu pet deverá portar uma coleira do tipo peitoral, além de um cinto de segurança fixado nessa coleira. Este tipo de equipamento serve como se fosse um extensor. Sua função é a de proteger o seu pet em casos de colisão. Se quiser, você pode colocar a caminha do seu pet para que ele fique mais confortável, mas não se esqueça de fixar o cinto de segurança.

Existem outros itens interessantes que podem ser usados para a segurança, como as cadeirinhas que são fixadas diretamente no banco traseiro do carro e já possuem a fivela que devem prender o peitoral do cachorro.

As caixas de transporte também são acessórios excelentes para o transporte, mas não esqueça de prende-la com o cinto de segurança.

É importante destacar, que mesmo que o cachorro esteja preso a uma cadeirinha, ele não poderá viajar no banco da frente, pois é perigoso em diversos sentidos.

Para se ter uma noção do perigo, o carro que possui airbag, em casos de colisão onde ele é acionado, o seu pet pode ser arremessado para muito longe ou simplesmente pressionado fortemente contra o banco. Enfim, são muitos os motivos para que o seu cachorrinho viaje com segurança no banco de trás.

Dicas para viajar com cachorro

5 – Hora do xixi e do coco

Os cachorros também sentem vontade de fazer xixi e coco, então se programe para fazer pequenas paradas para aliviar o seu amigão.

Essas paradas devem ser feitas em locais seguros e o cachorro deve estar preso na guia antes de descer do carro para evitar que escape.

Alguns donos descuidados, simplesmente abrem a porta do carro e o cachorro foge. Então, para que isso não aconteça com o seu cachorro, prenda-o de maneira segura para evitar surpresas.

A estrada não é igual a sua rua. Por ter um tráfego muito grande de caminhões, os cachorros podem se assustar com algum barulho e sair correndo. Preso a uma guia peitoral, esse perigo deixa de existir e assim você evita uma tragédia. Então, acredite é melhor prevenir do que remediar.

6 – Cachorro também come

De todas as dicas para viajar com cachorro que você leu, essa também é uma das mais importantes. Certamente, os cachorros também precisam se alimentar durante a viagem.

Então, tenha em mente que você deverá levar toda a comidinha do seu cachorro no carro. Existem recipientes próprios para o transporte desses alimentos que são vendidos e encontrados facilmente no mercado. Caso não tenha esses recipientes, você pode transportar os alimentos em sacolas fechadas adequadamente em problemas.

Faça o cálculo do tempo de viagem e se a alimentação for mais natural, utilize bolsas térmicas para que a comida não estrague.

Sem dúvidas, essas dicas para viajar com cachorro vão te ajudar bastante a ter uma viagem segura e divertida com o seu pet.

Deixe seu comentário!