O que fazer em Fernando de Noronha?

O que fazer em Fernando de Noronha?

Considerada um verdadeiro paraíso, a ilha de Fernando de Noronha fica a 540 quilômetros de Recife, capital pernambucana. O arquipélago chama a atenção de todo o planeta não só pelas águas transparentes, mas também por apresentar um cenário totalmente paradisíaco. Este espaço já chamou a atenção de produções de cinema, que desejaram gravar cenas no local. Mas afinal, o que fazer em Fernando de Noronha durante pequenas férias?

Com apenas 17 quilômetros quadrados de ilha, o território é considerado pequeno. Destaque para o ambiente tranquilo, composto por pouco mais de 3 mil habitantes. Mas por ser uma experiência totalmente nova, uma viagem para Fernando de Noronha pode trazer uma série de aprendizados. O que mais chama a atenção é o contato com a natureza de forma simples, trazendo espécies e vegetações que você com certeza não conhece,

O que fazer em Fernando de Noronha? Confira 10 opções

Ilha principal

Fazer um tour pela ilha principal deve ser a sua primeira medida no arquipélago. É neste passeio que você será apresentado aos principais pontos turísticos da cidade, conhecendo as opções de praias e instituições que poderão ser visitadas na sequências. Embarcando em um veículo no melhor estilo “safari”, um guia vai apresentar os locais mais famosos.

Veja também:

Entre eles, podemos destacar a Capela de São Pedro, a Enseada da Caieira, o Museu do Tubarão, a Praia do Leão, o Porto de Santo Antônio e muitos outros. Geralmente, este passeio pode durar um dia inteiro. Mas é importante realiza-lo para que os seus próximos dias possam ser mais tranquilos, pois são muitas as atrações na ilha.

Praia do Atalaia

Este é um dos principais pontos para quem gosta de dar um mergulho. Fernando de Noronha é considerado um dos melhores lugares do mundo para quem é adepto da prática. Entre as atrações do local, é possível encontrar uma série de recifes de corais, animais marinhos, areia branca e muitos outros detalhes incríveis da natureza. A água transparente da praia também reúne tartarugas, polvos e outros peixes coloridos.

Naufrágio de Eleni Stathatos

Este ponto turístico também é muito procurado entre os visitantes de Fernando de Noronha. Trata-se de um navio que vinha da Grécia e acabou naufragando em 1929 próximo ao porto de Santo Antônio. Por não ser uma área funda, um mergulhador consegue observar todos os detalhes do navio. Mas com isso, estabeleceu-se a prática de realizar mergulhos na região, onde os turistas podem conferir os detalhes da embarcação de perto.

Projeto Tamar

Também existe a possibilidade de conferir todas as benfeitorias que o Projeto Tamar realiza para a natureza. Entre os meses de setembro e dezembro, a organização promove a proteção das tartarugas marinhas. É possível visitar o local onde as espécies costumam desovar, dando vida a uma série de novas tartarugas pequenas. A cena é uma das mais bonitas que muitos turistas já apontaram.

Mas é necessário acompanhar todo o processo a partir de uma torre de observação, evitando que a presença humana traga alguma interferência no processo realizado pelas tartarugas. Instituições internacionais reconhecem a importância do trabalho do Projeto Tamar, o que traz uma série de estrangeiros para o acompanhamento desta causa.

O que fazer em Fernando de Noronha?

Baía dos Porcos

Um dos locais mais preciosos de Fernando de Noronha, a Baía dos Porcos já foi considerada a praia mais bonita do Brasil por oito anos seguidos. Quando a maré não sobe, é possível perceber a formação de uma série de piscinas naturais nesta região. Este movimento da natureza, juntamente com a água de tom esverdeado, atrai a atenção do mundo. É preciso levar lanches caso queira passar mais tempo, além de também precisar remover todo o lixo quando se retirar.

Variedade de trilhas

Mas quem gosta de uma caminhada também se sente acolhido em Fernando de Noronha. A trilha do Atalaia é a principal delas, pois oferece uma visão única de todo o lado da ilha que não possui habitantes. Neste percurso, é possível obter contato com vegetações diferentes, incluindo trechos preservados. A mesma área traz a presença de várias espécies de pássaros.

Porém, é possível escolher outros caminhos para explorar o arquipélago. Algumas trilhas podem levar os visitantes até as baías, o que também garante um passeio especial. Mas normalmente, as trilhas começam na região central da ilha e terminam em uma das praias. O resultado no final da caminhada é extremamente compensador.

Aquasub

Em dúvida sobre o que fazer em Fernando de Noronha? O Aquasub se destaca por ser extremamente divertido. A atividade também é conhecida como “prancha a reboque”, em que o barca vai puxando o praticante que está montado em uma prancha. O esporte também é chamado de “voo por baixo d’água”, pois a pessoa deve permanecer deitado e com a cabeça na água, já que está abastecido por um snorkel e uma máscara.

Mirante dos golfinhos

Os golfinhos atraem uma série de turistas para Fernando de Noronha. É possível encontrar estas espécies em várias regiões do arquipélago, pois é lá que eles costumam fazer os rituais de acasalamento. Mas há um espaço conhecido como mirante dos golfinhos, onde se torna mais simples observar a movimentação deles pelas águas. A área também permite que você tenha um contato próximo com eles.

Baía do Sancho

Além da primeira, a segunda praia mais bonita do país por anos consecutivos também fica em Fernando de Noronha. Estamos falando da Baía do Sancho, em que é possível encontrar uma areia em tom dourado e falésias coloridas. O mar é extremamente limpo, contando com um tom de azul mais forte. Ao agregar diferentes espécies em um mesmo local, esta baía também se destaca bonita diversidade entre os animais.

Prática do Surf

O que fazer em Fernando de Noronha? Se você for um surfista profissional, saberá dizer a resposta rapidamente. Mas as praias da região também abrem espaço para que os amadores possam praticar. Isso se dá pela presença de ondas grandes e tubulares, principalmente nas praias da Conceição e de Boldró. São duas das áreas mais procuradas no mundo, principalmente entre os meses do verão. É nessa época que as ondas ficam maiores e mais longas, o que facilita o treinamento.

Deixe seu comentário!