ID Jovem: saiba como funciona + como fazer o cadastro

Já pensou como seria viajar pelo país sem pagar nada? Parece um sonho, mas não é! Se você é jovem – estudante ou não – e adora conhecer lugares e pessoas novas nos quatro cantos do Brasil, vai gostar de saber que você pode fazer tudo isso com apenas um documento em mãos: a Identidade Jovem.

Também conhecida como ID Jovem, trata-se de um documento digital criado pelo Governo Federal com o intuito de beneficiar milhões de jovens brasileiros de baixa renda, que podem ter direito a vários benefícios, incluindo viagens grátis, descontos em transportes coletivos, meia-entrada em eventos culturais e esportivos, entre outras coisas.

Quer saber mais sobre como funciona como fazer o cadastro passo a passo para garantir a sua carteirinha? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo e saiba como garantir uma viagem grátis para o seu próximo destino! Vamos lá?

O que é a ID Jovem?

A Identidade Jovem, ou ID Jovem, é um documento digital fornecido pela Secretaria Nacional da Juventude que tem o objetivo de dar mais acesso à arte, cultura e educação suplementar aos jovens de baixa renda que tenham entre 15 e 29 anos.

A emissão do documento é totalmente gratuita e pode ser feita tanto por estudantes quanto por jovens que já tenham concluído os estudos. A ID Jovem é uma iniciativa que tem a parceria do Estatuto da Juventude e tem por finalidade garantir os direitos assegurados dentro da Lei da Juventude, que diz o seguinte em seu Artigo 23 da Seção VI da Lei Nº 12.852:

É assegurado aos jovens de até 29 (vinte e nove) anos pertencentes a famílias de baixa renda e aos estudantes, na forma do regulamento, o acesso a salas de cinema, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses, eventos educativos, esportivos, de lazer e entretenimento, em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares, mediante pagamento da metade do preço do ingresso cobrado do público em geral.”

Veja também:

10 dos maiores festivais de música do Brasil que você precisa ir

Quais são os benefícios?

Ao fazer o cadastro e emitir a ID Jovem, o portador tem direito aos seguintes benefícios:

  • Meia-entrada em shows, cinemas, jogos de futebol, teatros e quaisquer outras áreas culturais, como parques naturais, museus, etc.
  • Reserva de assentos em viagens interestaduais, sendo dois assentos com 100% de gratuidade e dois assentos com, no mínimo, 50% de gratuidade do valor da passagem. A reserva é válida em ônibus, barcos e trens de classe convencional.
  • Isenção de taxas em concursos públicos e vestibulares de universidades e institutos federais, inclusive no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), assim como qualquer cidadão cadastrado no CadÚnico. Lembrando que, para ser cadastrado no CadÚnico do Governo Federal, a renda mensal da família precisa ser de até dois salários mínimos.

Quem tem direito?

Para ter o direito de emitir a ID Jovem, o jovem precisa cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter idade entre 15 e 29 anos, sendo estudante ou não;
  • Possuir renda familiar de até dois salários mínimos, isto é, até R$ 1.996,00.
  • Estar inscrito no CadÚnico do Governo Federal, com NIS ativo. As informações precisam ter sido atualizadas há, pelo menos, dois anos.

Como fazer o cadastro da ID Jovem? Veja passo a passo

Depois de estar inscrito no CadÚnico do Governo Federal, os dados do jovem interessado em emitir a ID Jovem serão analisados pelo programa. Após isso, se ele for aprovado, será gerado um número de NIS, que será necessário para gerar a Identidade Jovem posteriormente.

Para quem ainda não está incluso no CadÚnico, basta procurar o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de você para fazer o cadastro. Para isso, serão necessários os seguintes documentos, de todos os integrantes da família:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Título Eleitor;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteiras de Trabalho CTPS;
  • Contratos de aluguel;
  • Atestados de matrícula escolar.

Lembrando que o responsável pela família é quem deverá se dirigir até o CRAS para fazer o cadastro. Além disso, vale ressaltar também que o jovem interessado em obter a ID Jovem não precisa ser estudante obrigatoriamente. Quem já concluiu os estudos também pode ter direito à carteirinha.

Em seguida, depois de estar aprovado e incluso no CadÚnico, basta seguir o passo a passo a seguir para fazer o cadastro da ID Jovem:

  • Passo 1: Acesse o site oficial do ID Jovem ou baixe o aplicativo no seu smartphone (Google Play, Apple Store ou Windows Store);
  • Passo 2: Forneça os dados solicitados: número do NIS, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Também será necessário inserir uma foto sua (caso não tenha uma foto já cadastrada);
  • Passo 3: Depois de concluído o cadastro, caso não haja erros (os dados precisam ser idênticos aos fornecidos ao CadÚnico), será gerada a sua ID Jovem, com um QR Code com código de identificação, dados do titular e data de validade.
  • Passo 4: Em seguida, clique na imagem para imprimir, se quiser. Se não, pode usar a carteirinha apresentando-a em seu celular mesmo.
  • Passo 5: Em caso de algum erro, você deverá procurar o CRAS da sua cidade e solicitar uma atualização do seu cadastro e gerar um novo NIS para gerar a ID Jovem.

Como usar a minha ID Jovem?

Com a ID Jovem em mãos, ou melhor, no seu celular, você já pode começar a aproveitar os benefícios oferecidos pelo documento da juventude. Você pode apresentá-la quando precisar mostrando o seu celular ou imprimi-la e plastificá-la, se quiser.

Para ter direito à gratuidade, basta apresentar a carteirinha nos guichês dos estabelecimentos que oferecem eventos culturais ou esportivos e, também, em qualquer empresa de transporte interestadual participante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Para fazer viagens grátis

Com a ID Jovem, você pode fazer viagens gratuitas de um estado para o outro. Lembrando que a gratuidade só vale para viagens interestaduais. Aquelas feitas para outros municípios da mesma localidade ou dentro da própria cidade não se encaixam neste caso.

Além disso, a reserva dos assentos (duas vagas grátis e outras duas com, pelo menos, 50% de desconto no valor da passagem) deve ser feita com, no mínimo, três horas de antecedência.

Vale ressaltar também que a gratuidade ou desconto de 50% são referentes ao valor da passagem. Ou seja, as demais taxas, tais como pedágio, embarque, alimentação cedida pela companhia, entre outras, serão cobradas normalmente.

Outras regras são que o jovem portador da ID Jovem não poderá fazer reserva de assentos em mais de um horário no mesmo dia e tampouco para o mesmo destino, além de não estar permitido a reservar assentos para horários ou dias em que ele não poderá fazer a viagem, já que isso pode prejudicar a reserva de outros jovens cadastrados.

Veja também:

Itens essenciais para qualquer viagem (mulheres e homens)

Como comprar passagem pela internet com a ID Jovem?

Pode ser que, ao tentar comprar passagens interestaduais através dos sites das empresas usando a ID Jovem, o portador sofra recusa. Nestes casos, o recomendado é solicitar à empresa uma justificativa formal da recusa por escrito, onde deverão constar dados como data, local, hora e o motivo da recusa por parte da empresa.

Feito isso, o jovem deverá abrir uma denúncia na Ouvidora da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o que pode ser feito pelo site oficial da agência ou pelo Disque 166.

E aí? Gostou de saber tudo sobre a ID Jovem? Está esperando o que para fazer a sua e começar a viajar grátis? Até a próxima!

Deixe seu comentário!