Salto Corumbá: 10 coisas para fazer no paraíso perto de Brasília!

Você está procurando um destino para curtir a natureza com tranquilidade e renovar as energias? O Salto Corumbá é um paraíso natural que fica no Goiás, bem pertinho de Brasília, e atrai muitos turistas. Mais especificamente, o lugar fica a 115 quilômetros da capital federal e a 95 quilômetros de Goiânia.

A área, totalizada em 11 alqueires, é de propriedades do empresário Rodrigo Borges, que é filho do ex-governador do Goiás Mauro Borges e neto do fundador de Goiânia, Pedro Ludovico Teixeira. O local ficou aberto ao público por um período de quase 30 anos.

Hoje, é um lugar ideal para passear no fim de semana, levar as crianças e aproveitar um dia relaxante perto da natureza. Quer saber mais sobre o que fazer no Salto Corumbá? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo!

Veja também:

10 pontos turísticos de Brasília para conhecer e se apaixonar pela capital do país

Origem e história

Foto: Melhores Destinos/Reprodução

Reza a lenda que a maior e principal cachoeira desse paraíso natural, que, inclusive, deu nome ao local, Salto Corumbá, ficou desaparecida por vários anos, por conta de um minerador francês chamado Bernard Alfred d’Arena.

O francês teria chegado à região para explorar ouro, por volta do final do século XIX, e, para agilizar o seu trabalho, secando a área que iria trabalhar, optou por desviar o curso do rio Corumbá até o córrego Rasgão.

O problema foi que, com esse desvio, ele acabou provocando também a seca do Salto Corumbá e, consequentemente, fazendo a cachoeira desaparecer por muitos anos. Foi apenas em 1988 que uma barragem foi construída no local para fechar o tal desvio, o que ajudou a devolver o rio ao seu leito original.

Assim, a cachoeira também reapareceu e virou o maior atrativo da natureza deste paraíso que hoje conhecemos como Salto Corumbá. Inclusive, a belíssima queda d’água pode ser vista de bem longe. Um verdadeiro espetáculo!

O nome Salto Corumbá vem da palavra indígena “Korum-Bê”, que quer dizer, em português, “Meu Lar”, e combina super bem com o local, pode acreditar!

Veja também:

Chapada dos Veadeiros: onde fica o paraíso natural?

Confira as melhores coisas para fazer no Salto Corumbá

Agora que você já sabe tudo sobre a origem e história do Salto Corumbá, chegou a hora de conhecer o que dá para fazer no paraíso natural coladinho em Brasília! Veja:

1 – Visite o Mirante do Salto Corumbá

Foto: TripAdvisor Brasil/Reprodução

Assim que você for chegando ao Salto Corumbá, ainda da estada é possível avistar o Mirante. Não deixe de visitar esse ponto todo especial deste lugar!

De lá, você pode ver a imagem da lindíssima cachoeira do Salto Corumbá! Também é possível experimentar no local alguns sorvetes da região, dar uma pausa para um lanchinho e até comprar coisas típicas do local, tais como licores, pimentas e doces, por exemplo. Vale a pena conferir!

2 – Tome banho nas cachoeiras

Foto: Melhores Destinos/Reprodução

O Salto Corumbá possui 7 cachoeiras diferentes para você visitar, sendo mais bela delas a que leva o nome do local, a Cachoeira Salto Corumbá. Porém, é ideal aproveitar a viagem e visitar também as outras, como as três Cachoeiras do Rasgão, a Cachoeira do Ouro, a Cachoeira da Garganta e a Cachoeira da Gruta.

Para chegar até cada uma delas, será preciso fazer algumas trilhas, sendo que a mais tranquila delas (com nível normal de dificuldade) é a da Cachoeira do Ouro, que fica bem pertinho da sede. Cada uma delas tem um salva-vidas para garantir a proteção de todos os visitantes ao local.

3 – Pratique esportes radicais

Foto: Curta Mais/Reprodução

Já imaginou pular de tirolesa, fazer rapel ou descer o rio de bóia-cross em meio a uma paraíso tão lindo quanto o Salto Corumbá? Então, essa é a sua oportunidade! Na sua viagem ao local, não deixe de se aventurar nesses esportes radicais.

O bóia-cross percorre 1.200 metros em corredeiras e pequenas quedas de cachoeiras, enquanto o rapel desce um paredão de pedra de 50 metros. Já para quem curte pular de tirolesa, elas variam entre 70 a 10 metros de altura. É muito radical!

4 – Faça trilhas

Foto: Viajante Móvel/Arquivo Pessoal

O Salto Corumbá possui muitas opções para os aventureiros que gostam de fazer trilhas. Inclusive, muitas delas acabam em uma das 7 cachoeiras do local. Nada mau depois de uma boa caminhada, concorda? Apesar de as trilhas serem feitas sem guias, elas são super seguras. Então, não tem com o que se preocupar!

Veja também:

Pirenópolis: conheça mais sobre a cidade paraíso de Goiás!

5 – Desça de toboágua

Foto: Curta Mais/Reprodução

De longe, você também já consegue avistar os toboáguas do Salto Corumbá, o que costuma animar bastante as crianças. Também estão ali como uma excelente alternativa para quem não tem coragem de praticar os esportes radicais disponíveis no local, mas gostam de uma pequena dose de emoção. Vale muito a pena visitar!

6 – Passeie a cavalo

Foto: TripAdvisor Brasil/Reprodução

Também é possível praticar cavalgada nesse paraíso natural que é o Salto Corumbá. Os passeios com os cavalos são guiados por profissionais treinados, que ajudam a garantir a proteção dos visitantes, inclusive crianças. Os passeios só podem ser feitos até às 16 horas. Então, vá cedo!

7 – Tome banho nas piscinas

Foto: Booking.com/Reprodução

No Salto Corumbá, também é possível aproveitar as piscinas de uso comum para aproveitar o dia no local. Lá, há várias opções de piscinas, inclusive, uma aquecida, que está disponível para os visitantes que estão hospedados no hotel.

8 – Passeie na gruta

Foto: Viajante Móvel/Arquivo Pessoal

E para quem ama explorar a natureza, também é possível conhecer a gruta que tem por lá, que fica no final de uma trilha no caminho oposto ao da Cachoeira Salto Corumbá.

Você pode ir tanto pelas pedras quanto pela água. Porém, muitas pessoas preferem a primeira opção, pelo fato de a água ser muito gelada.

Ao chegar até a gruta, você precisará passar pelo meio de duas pedras, bem juntinhas, mas vale muito a pena!

9 – Acampe

Foto: Onde Acampar/Reprodução

Também é possível acampar no Salto Corumbá, no caso de quem prefere ficar em contato com a natureza do que ficar no hospedado no hotel. Lá, existe um camping com total estrutura para quem curte montar um acampamento e curtir com a família ou com os amigos.

10 – Coma no restaurante Caraíbas

Foto: Viajante Móvel/Reprodução

E se você já estava aí se perguntando se tem lugar para comer no Salto Corumbá, a boa notícia é que lá você se deliciar com a gastronomia típica goiana no Restaurante Caraíbas. O ambiente é bastante espaçoso, com decoração charmosa e rústica, que lembra uma fazenda.

Os pratos são feitos em fogão à lenha e vem sempre saborosa e quentinha. O estabelecimento conta com opções desde o café da manhã, bolos, pães e doces bem gostosos, até o almoço e jantar. Além disso, o restaurante oferece carvão para que os hóspedes e visitantes façam o seu próprio churrasco.

Valores

Confira os preços para visitar os passeios e parque:

  • Durante a semana está por R$ 35 por pessoa;
  • Passeio à cavalo está por R$ 20 a R$ 30 por pessoa;
  • Fim de semana e feriado R$ 40 por pessoa;
  • 1 Rapel + 2 Tirolesas R$ 90 por pessoa;
  • 3 Tirolesas R$ 50 por pessoa;
  • Bóia Cross R$ 50 por pessoa.

Gostou de conhecer mais sobre o Salto Corumbá? Compartilhe esse artigo com os seus amigos viajantes!

Até a próxima!

Deixe seu comentário!