Como viajar de graça pela FAB: candidate-se passo a passo

Como viajar de graça pela FAB: candidate-se passo a passo 1

Tem algo melhor do que viajar gastando pouco? E se dissermos que é possível viajar de graça, para qualquer lugar do Brasil, nos aviões da Força Aérea Brasileira (FAB)? Parece até aqueles boatos que aparecem na internet, mas não: é a mais pura verdade.

Muitas pessoas sequer imaginam, mas viajar pela FAB não é uma exclusividade de políticos e militares. Na realidade, pegar uma “caroninha” naquelas aeronaves enormes, dignas dos filmes de Hollywood, é um direito de qualquer cidadão brasileiro que more em território nacional e, o melhor, sem gastar um centavo!

No entanto, como você deve imaginar, as vagas para ser um passageiro são bem disputadas! Até porque a carona para voar de graça com os militares só é possível quando há disponibilidade nas missões de Transporte Aéreo Logístico da entidade. Então, é preciso se organizar e ter muita paciência – e uma dose extra de sorte – antes de fazer as malas!

Quer saber como viajar de graça pela FAB? Então, continue a leitura desse artigo e aprenda a se candidatar passo a passo! Vamos lá?

Veja também:

ID Jovem: saiba como funciona + como fazer o cadastro para viajar de graça

Passo 1: Escolha o destino

O primeiro passo para viajar de graça com a FAB é escolher o seu destino para pegar a carona. No entanto, como os civis não podem embarcar em aviões que transportam carga confidencial ou materiais bélicos, eles costumam ser enquadrados em voos de correios, tropas ou missões (patrulhamento, salvamento, treinamentos, etc.). Isto quer dizer que você só poderá escolher entre 16 destinos e somente nacionais.

Passo 2: Candidate-se e aguarde

Como viajar de graça pela FAB: candidate-se passo a passo 2

Agora, esse é o passo mais importante, já que ele será crucial para que a Força Aérea Brasileira saiba quem serão os seus próximos passageiros e quem será chamado para a próxima carona, de acordo com a fila de espera.

Para isso, você deverá preencher uma ficha de interesse no Correio Aéreo Nacional (CAN) da sua cidade, de onde irá embarcar, informando a região de destino. A inscrição é gratuita e pode ser feita por maiores de 18 anos.

No caso de menores de idade, a inscrição deve ser feita pelos pais ou responsáveis legais. Já os candidatos de até 12 anos só podem viajar acompanhados de um adulto.

Em cada estado do Brasil, existem pelo menos três postos dentro de bases aéreas. Confira aqui nesse link quais são as unidades do CAN espalhadas por todo o país.

Ao se dirigir ao CAN de sua cidade, não se esqueça de apresentar o original e cópia do seu RG e comprovante de residência. Depois, basta aguardar o prazo de até 10 dias para obter uma resposta e ser convocado para voar com a FAB ou não.

Lembrando que a viagem com os militares está condicionada à disponibilidade de vagas nas aeronaves. Portanto, caso o prazo de dez dias se expire, será preciso renovar a inscrição junto ao CAN para concorrer a uma vaga por um novo período de 10 dias.

Passo 3: Fique atento

Depois de feita a inscrição no Correio Aéreo Nacional, o próximo passo é ficar alerta para o chamado para voar de graça com a FAB.

Caso surja a vaga dentro do prazo de 10 dias, a entidade entrará em contato com você, o que pode acontecer com uma antecedência de 10 a cinco dias antes do voo ou até mesmo na véspera ou no mesmo dia (até uma hora antes, em alguns casos).

Então, se não quiser perder a carona, fique pronto! Também não há tolerância com atrasos.

Passo 4: Cuidado com o traje

Como viajar de graça pela FAB: candidate-se passo a passo 3

Mesmo que você esteja pegando uma carona com os militares para uma viagem de férias, por exemplo, tome cuidado com trajes muito informais. Não é permitido vestir regatas, calções, bermudas, tamancos, chinelos, acessórios com propaganda político-partidária ou com figuras ou inscrições polêmicas nas bases aéreas.

Passo 5: Bagagem

Apesar de não ter um limite estabelecido para o peso para a bagagem que você pode levar para a sua carona, o ideal é que você faça uma mala com, no máximo, 15 Kg e não leve mais que 5 Kg de bagagem de mão.

Afinal, caso a relação de passageiros seja alterada antes da decolagem e sobrarem poucas vagas, a prioridade para embarcar é de quem está carregando menos peso.

Veja também:

Itens essenciais para qualquer viagem (mulheres e homens)

Passo 6: Não se preocupe com a segurança

Algumas bases da Força Aérea Brasileira funcionam em aeroportos civis e, portanto, têm mais infraestrutura. É o caso, por exemplo, das bases do Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo (Cumbica) e Brasília (Aeroporto JK). Sendo assim, é possível deixar o carro enquanto você viaja.

Passo 7: Voo de retorno

Fique ligado! Ao se candidatar para viajar de graça com a FAB, saiba que cada formulário vale somente para um voo. Isto é, a Força Aérea Brasileira não se responsabilizará pelo seu voo de volta.

Portanto, caso você queira retornar à cidade de origem pegando uma carona com a entidade novamente, vai precisar preencher um novo formulário no CAN para tentar outra vaga no trajeto de volta. Isto é, participar de um novo processo e uma nova fila para embarcar com os militares, o que pode levar outros 10 dias e, talvez, nem ser convocado. Então, vá preparado!

Lembrando que todo cidadão tem direito a viajar de graça pela FAB, quantas vezes quiser. Sendo assim, não há limite de inscrições e nem de voos. A única regra é para que cada inscrição seja feita uma por vez.

Veja também: 

AirBnB: como funciona a plataforma de aluguel de imóveis por temporada

E aí? Gostou de saber como viajar de graça pela FAB? Já escolheu o seu próximo destino? Então, compartilhe esse artigo para que os seus amigos também saibam dessa oportunidade!

Até a próxima!

Deixe seu comentário!