Catedral Notre-Dame: história e como visitar o ponto turístico em Paris!

Catedral Notre-Dame

Vai viajar para Paris? A Catedral de Notre-Dame, na capital parisiense, é nada mais nada menos que o ponto turístico mais visitado por lá e, ainda, uma das principais construções medievais da cidade europeia.

Com oito séculos de história, junto com a Torre Eiffel, o Museu do Louvre ou o Arco do Triunfo, ela forma a beleza arquitetônica de Paris e, sem dúvidas, é uma das maiores atrações da Cidade-Luz!

Localizada no coração da Ilha de la Cité, de longe, as suas torres oferecem uma vista incrível de toda a cidade. Mais que isso, o monumento foi palco de diversos acontecimentos importantes na história, como a coroação de Napoleão Bonaparte e a beatificação de Joana D’Arc, por exemplo.

O nome Catedral Notre-Dame quer dizer Nossa Senhora, em português, uma homenagem à Virgem Maria. Além de ser um pilar da arte, já que estamos falando de uma das catedrais góticas mais antigas do mundo, ela é também um ponto turístico que vale a pena visitar na capital francesa, não só para tirar as mais belas fotos, como também como uma referência histórica e, é claro, refúgio espiritual.

Quer saber mais sobre a história e como visitar a Catedral Notre-Dame? Então, continue a leitura!

História

Catedral Notre-Dame
Foto: Gazeta do Povo/Reprodução

A Catedral Notre-Dame foi construída entre os anos de 1163 e 1245, como símbolo de poder episcopal desde o século XII, na Île de la Cité, uma ilha que fica localizada no curso do Rio Sena, em Paris.

A colocação da sua primeira pedra, representando o começo da construção, em 1163, recebeu a ordem do bispo Maurice de Sully, na presença do Papa Alexander III. E a escolha do local onde o monumento foi construído também não foi por acaso.

Lá, já haviam acontecido cultos religiosos dos celtas, romanos e, mais do que isso, diz-se que foi o espaço onde construiu-se a primeira igreja do Cristianismo em Paris.

A ideia principal de construir a Catedral de Notre-Dame era a de que a sociedade, que, naquela época, estava em plena ascensão econômica, política e cultura, pudesse encontrar ali um refúgio espiritual.

Em outras palavras, era uma forma de unir o mundo terreno ao mundo divino. Hoje, além de ser um dos principais pontos turísticos da França, é também um local que já foi palco de eventos históricos importantes, tais como:

  • St. Louis descalço, enquanto carregava a coroa de espinhos (1239)
  • Execução dos templários, devido à acusação de serem hereges (1314)
  • Coroação de Henrique VI de Inglaterra (1431)
  • Coroação de Napoleão (1804)
  • Beatificação de Joana d’Arc (1909)
  • Celebração da Libertação (1944)
  • Cerimônia em memória do General de Gaulle (1970)

A construção do monumento estendeu-se por quase 200 anos. E, ao longo da história, passou por diversas reformas e foi perdendo algumas características de sua arquitetura gótica, que foram substituídas por arcobotantes, por capelas reformadas, além de serem incluídas a rosácea sul e estátuas.

Você pode gostar também:

Quais são as 7 maravilhas do mundo? Veja aqui!

As torres de Notre-Dame

Catedral Notre-Dame
Foto: France.fr/Reprodução

A Catedral Notre-Dame possui duas famosas torres em sua fachada, cada uma de 69 metros.

Na parte superior delas, além de você poder apreciar a fantástica vista de Paris, você também pode visitar o campanário onde viveu o personagem fictício do romance “O Corcunda de Notre-Dame” e ver bem de pertinho as diversas gárgulas.

Curiosidades

  • O prédio da Catedral Notre-Dame é cenário do livro “O Corcunda de Notre-Dame”, romance escrito pelo autor francês Victor Hugo.
  • O maior sino do local, chamado de Emanuel, pesa 13 toneladas e foi reformado no século XVII.
  • A Catedral Notre-Dame guarda grandes relíquias históricas. Uma das mais visitadas é a coroa de espinhos de Jesus Cristo. Também é possível visitar e ver de perto um pedaço da cruz onde ele teria sido crucificado.
  • A arquitetura gótica é caracterizada pelos enormes arcos do edifício principal. Sobre eles os grandes arcos do edifício principal da Catedral Notre-Dame, que são os maiores símbolos de sua arquitetura gótica, há um telhado construído com mais de 1 300 madeiras de castanheiros, o que equivale a 24 hectares de floresta.

A Catedral Notre-Dame pegou fogo

A longa história da Catedral Notre-Dame quase teve um final triste este ano. Em 15 de abril de 2019, o monumento sofreu um grave incêndio, que deixou danos significativos no telhado e derrubou a agulha da torre principal.

Hoje, cinco meses depois, a cidade luta contra uma contaminação por chumbo, que pode prejudicar a saúde da população de Paris. Mais de 400 toneladas de chumbo presentes na agulha e no teto da igreja pegaram fogo.

As partículas caíram em toda a região próxima à Notre-Dame, contaminando o local. A polícia parisiense começou uma operação de limpeza na região, em agosto. No mesmo mês, após uma Assembleia Geral, o governo da França aprovou uma lei para reconstruir o monumento.

É possível visitar?

Infelizmente, não. Atualmente, por conta desse grave incêndio, a Catedral de Notre-Dame está fechada ao público. A visitação poderá ser normalizada após a reconstrução do monumento, mas ainda não há previsão. O acesso à toda a região próxima dele também está proibido.

Gostou de saber tudo sobre a Catedral Notre-Dame? Então, compartilhe esse artigo com os seus amigos viajantes!

Até a próxima!

Deixe seu comentário!